ESCOLA DE INOVADORES

DESCRIÇÃO

Um curso aberto com tudo o que você precisa saber para viabilizar um projeto de inovação. São 10 oficinas com professores, mentores e profissionais do mercado, com muitas atividades práticas e foco total em desenvolver sua ideia de negócio.

A Escola de Inovadores é um programa criado pela Agência INOVA Paula Souza que visa fornecer ferramental básico de Empreendedorismo e Inovação. Sua organização disponibiliza um ambiente criativo para que os participantes se capacitem e desenvolvam modelos de negócios sustentáveis. Assim, o programa intenciona que, num próximo passo, os participantes possam efetivamente criarem e desenvolverem suas próprias empresas ou startups.

Para ter acesso ao conteúdo completo e as fichas cadastraos confira o projeto pedagógico da Escola de Inovadores 2019

EDITAL DE ABERTURA

INSCREVA-SE


PÚBLICO ALVO

Notadamente, alunos e ex-alunos de cursos técnicos e tecnológicos do Centro Paula Souza ou de qualquer instituição de ensino público ou privado de nível médio, médio, técnico ou superior, bem como empreendedores da região. Requisitos: Pertencer à comunidade local/regional; estar determinado a empreender e apresentar projeto com potencial de inovação; participar dos encontros presencias com no mínimo 75% de frequência; participar do Balcão de Mentoria, obrigatoriamente.

METODOLOGIA

A metodologia está fundamentada no aprender fazendo, ou seja, na modelagem do negócio onde o proponente recebe orientações práticas em ambientes estruturados para esse programa. O Programa Escola de Inovadores contempla quatro fases, a saber:

  1. Divulgação da Escola de Inovadores;
  2. Classificação e seleção dos projetos com potenciais para inovação;
  3. Desenvolvimento do programa e;
  4. Exposição de projetos.

JUSTIFICATIVAS

A economia atual demanda cada vez mais soluções inovadoras, por isso é necessário unir – de maneira multidisciplinar – diferentes temas e serviços para apoiar o desenvolvimento de projetos de negócios sustentáveis. Diante disso, as unidades de ensino do Centro Paula Souza (FATECs e ETECs) possuem em seu currículo diversas áreas que, combinadas e bem trabalhadas, podem auxiliar na viabilização de projetos significativos para o bem-estar da comunidade em geral. Portanto, a criação desse programa ocorreu devido à necessidade premente de adequações no modelo de formação institucional. Acrescentando-se a isso as características de algumas regiões ou localidades, vislumbra-se claramente a utilidade da iniciativa apresentada nesse programa.

DIRETRIZES DE IMPLANTAÇÃO DA ESCOLA DE INOVADORES

Para viabilizar as ações desse Programa nas unidades de ensino do Centro Paula Souza faz-se necessário observar as seguintes etapas e condições:

  1. Verificação prévia das condições favoráveis à implantação da Escola de Inovadores, que inclui o mapeamento preliminar do ambiente de empreendedorismo e inovação realizada pela unidade em conjunto com o Agente de Inovação.
  2. Aprovação da implantação do Programa Escola de Inovadores na unidade pela Congregação nas FATECs e pelo Conselho de Escola nas ETECs.
  3. Disponibilização de estrutura física na unidade ou em ambientes fornecidos por colaboradores das unidades que sejam favoráveis às práticas do empreendedorismo como por exemplo, ambientes de coworking, incubadoras e Parques Tecnológicos.
  4. Disponibilização pela unidade, de um professor que receberá até 4HAEs e terá, dentre, outras as seguintes funções: receber palestrantes, controlar listas de presenças e todos os trâmites relacionados aos eventos.
  5. A emissão de certificados e os custos de coffee break serão de responsabilidade de cada unidade. Recomenda-se para tanto que sejam buscados apoios externos para esse fim.
  6. A unidade responsável pela implantação Programa Escola de Inovadores poderá contar com o apoio de outras instituições, profissionais e empresas locais a fim de viabilizar, da melhor forma possível, a realização do projeto.
  7. A divulgação do Projeto Escola de Inovadores bem como a seleção dos projetos inscritos é de responsabilidade da unidade com o apoio formal do Agente de Inovação da Agência INOVA Paula Souza que atende a regional na qual a unidade se encontra.

DESENVOLVIMENTO E ESTRUTURAÇÃO DO PROGRAMA

O desenvolvimento do Programa Escola de Inovadores acontecerá no formato de um curso de extensão com 40 horas, gratuito, distribuído em 10 encontros presenciais de 4 horas cada. Tais encontros poderão ser organizados semanalmente, quando serão abordados e trabalhados em forma de oficinas os temas específicos que se complementam para apoiar os projetos.


PROGRAMAÇÃO

  • SEMANA 1
    • Apresentação da Agência INOVA;
    • Apresentação das Metas da Escola de Inovadores;
    • Palestra Âncora;
    • Apresentação dos Projetos Selecionados;
    • Objetivos: O primeiro encontro será caracterizado como evento de lançamento da Escola de Inovadores junto à comunidade local. Neste momento são convidadas lideranças locais (empresários e representantes de entidades do poder público), professores e alunos da unidade de ensino. Inicialmente, faz-se uma abertura oficial da Escola de Inovadores com o Diretor ou um representante da unidade. Em seguida, o Agente de Inovação passará informações gerais sobre a Agência e o programa Escola de Inovadores. Na sequência, os projetos aprovados são brevemente apresentados Resultados Esperados: Apresentação dos objetivos da escola de inovadores, com alinhamento das expectativas e tira dúvidas; Empreendedores e negócios devidamente apresentados;
  • SEMANA 2
    • Saber empreender com atitudes empreendedoras
    • Objetivos: Nessa etapa os participantes aprendem sobre gestão empresarial básica e comportamentos empreendedores que são direcionamentos essenciais ao sucesso dos projetos. Os principais objetivos concentram-se em estimular o desenvolvimento das características empreendedoras, bem como em ampliar a visão dos participantes sobre gestão básica de negócios, envolvendo prioritariamente as seguintes dimensões: mercado, operações e finanças empresariais. Por ser uma etapa que trabalha notadamente as características comportamentais, além das conceituais, são utilizadas metodologias ativas de ensino, tendo como desafio a criação de uma empresa por meio de jogos empresariais vivenciais. Na sequência são abordados assuntos sobre competitividade empresarial no contexto das startups. Resultados Esperados: Ampliação da visão dos participantes sobre gestão empresarial e Plano de melhoria da conduta empreendedora dos participantes.
  • SEMANA 3
    • Design Thinking e Prototipagem (Produtos e Serviços)
    • Objetivos: Realização de um workshop sobre Design Thinking e suas técnicas (brainstorm, um dia na vida, sombra, mapa de empatia, personas, prototipagem, etc). Opcionalmente realizar uma oficina de prototipagem com a experiência ou não do contato com impressoras 3D. Trabalhar o conceito do MVP (Minimun Viable Product). O intuito é que cada participante possa incrementar informações em seu negócio de forma mais assertiva, junto a possíveis clientes. Resultados Esperados: Definição da proposta de valor do negócio a partir das técnicas de Design Thinking e protótipo criado;
  • SEMANA 4
    • Oficina de CANVAS
    • Objetivos: Este encontro tem como propósito uma oficina de Canvas, na qual é apresentada a ferramenta de modelagem de negócios através de uma palestra com um especialista no assunto. Por meio de uma dinâmica lúdica, os participantes iniciam a preparação do modelo de negócio proposto. Será utilizado o Canvas disponível em ferramentas on line ou impresso em folha A3 e Post it. Resultados Esperados: Nivelamento de todos participantes sobre modelagem de negócios e Canvas preliminar desenvolvido;
  • SEMANA 5
    • Legalização e proteção empresarial
    • Objetivos: Nessa etapa os proponentes devem aprender os aspectos básicos relativos à abertura de empresas e manutenção de dados obrigatórios. Um especialista deve passar os fundamentos de enquadramento MEI, ME, EPP e seu regime tributário (SIMPLES Nacional); Sociedade Limitada e EIRELI; sistemas de preenchimento e envio de nota fiscal eletrônica; noções de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE); Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM); utilização do Cadastro Nacional de Produtos (CNP) e obtenção de códigos de barras na GS1 Brasil; noções de termos e condições de uso de sites; política de trocas e devoluções; termos de sigilo e confidencialidade; requisitos mínimos de um contrato comercial. Resultados Esperados: Obtenção pelo aluno de noções básicas de criação e manutenção de uma empresa;
  • SEMANA 6
    • Tecnologia Aplicada aos Negócios
    • Objetivos: Neste encontro um especialista na área de tecnologia irá apresentar as facilidades que a tecnologia proporciona ao se idealizar um negócio, como por exemplo, passos para criação de página web da empresa (domínio, hospedagem), servidor em nuvem, serviços como Google AdWords, Google Analytics, entre outros. Deve-se ainda apresentar plataformas digitais de networking/coworking, como StartSe, Cubo e outras. Recomenda-se o uso do Livro A Startup de U$ 100,00 do autor Chris Guillebeau, bem como convidar representante(s) de uma startup para apresentar sua experiência. Resultados Esperados: Demonstrar a possibilidade da criação de uma startup com pouco investimento e risco, além de expor ao aluno plataformas em que ele possa demonstrar seu produto/serviço e trocar experiências com outros inovadores.
  • SEMANA 7
    • Fontes de financiamento para startups e a importância das relações institucionais
    • Objetivos: O intuito é aprender sobre investimentos no negócio. Através de palestra de um investidor ou representante de fundo de investimento e de uma empresa que recebeu aporte financeiro são tratados temas como investimento privado (anjo) e investimento público (Finep, Fapesp, BNDES, DesenvolveSP etc), Crowdfunding, Capital Venture,…). Nessa etapa é importante a compreensão das relações institucionais, trabalho em uma co-working, participação em grupos de inovação e networking, dentre outros. Resultados Esperados: Decisão sobre a necessidade ou não de investimentos e verificação de eventual acolhimento aporte financeiro.
  • SEMANA 8
    • Visão de finanças e mercados
    • Objetivos: Nessa etapa os proponentes irão aprender a buscar indicadores do setor no qual seu projeto está inserido. Nesse momento é importante discutir temas como gestão financeira, definição de preço, cálculo de payback, break even e custos iniciais da operação do negócio. Resultados Esperados: Conhecimento dos custos e retorno do projeto.
  • SEMANA 9
    • Marketing em Startup + Pitch + Clínica de Negócios
    • Objetivos: Esse ponto objetiva tratar temas como oratória, dinâmica de uma apresentação, neuromarketing, softwares de edição de vídeos, entre outros. Os participantes realização um workshop junto a um especialista em comunicação empresarial para confeccionar a apresentação do modelo de negócio através de um pitch. Resultados Esperados: Pitch criado;
  • SEMANA 10
    • Balcão de Mentorias
    • Objetivos: Finalizar as atividades com a apresentação de todos os projetos em um ambiente favorável ao empreendedorismo, preferencialmente com a participação de empresários, entidades do poder público, representantes de ambientes de inovação como incubadoras, parques tecnológicos, espaços de coworking etc. A finalidade é transformar os projetos em negócios sustentáveis em ambiente de networking para realizar negócios. Resultados Esperados: Projetos aptos a se tornarem negócios.

INFORMAÇÕES SOBRE A ESCOLA DE INOVADORES

  • 10/06/ a 23/08/2019 – Divulgação a ser preparada pelo professor indicado pela unidade e pelo Agente de Inovação em site, facebook, instagram, canais de parceiros, release para mídia jornalística.
  • 01/08 a 23/08/2019 – Período de inscrições dos candidatos, realizadas no site da Agência INOVA Paula Souza por meio do link: http://www.inovapaulasouza.cps.sp.gov.br/structure/escola.jsp
  • 02/09 a 06/09/2019 – Análise das inscrições, processo seletivo. A avaliação das inscrições será realizada por um Comitê composto por membros da unidade CPS, empresários e pelo Agente de Inovação (INOVA Paula Souza).
    • Critérios de Avaliação: O Comitê fará a avaliação da seguinte forma: A pontuação será feita com base na escala Likert (5 – excelente a 1 – não atende), considerando os seguintes critérios: (i) Conteúdo de inovação dos produtos ou serviços a serem ofertados; (ii) Potencial mercadológico; (iii) Potencial de geração de valor; (iv) Viabilidade técnica /Potencialidade de empreendedorismo.
  • 09/09/2019 – Divulgação dos projetos selecionados no site da unidade escolhida e/ou por e-mail.
    • 16/09 a 21/09/2019 – Início das capacitações no local e data informados pela unidade.
  • Os candidatos com projetos selecionados que não participarem do 1º encontro serão automaticamente desclassificados, exceto em caso de manifestação por escrito ao Agente de Inovação justificando a ausência. Em caso de desclassificação será convocado o próximo integrante da lista de espera.
  • Contato: inovadores@cps.sp.gov.br

CARTA DE APROVAÇÃO

Venho em nome da Agência INOVA Paula Souza e da FATEC OURINHOS, comunicar que seu projeto apresentado para participar da ESCOLA DE INOVADORES, foi APROVADO.

Convocamos a equipe a participar da aula de lançamento, que acontecerá no dia 21/09/19(Sábado), na FATEC OURINHOS, localizado na – Av.Vitalina Marcusso, 1400 – Campos Universitário.

Conforme Edital, os candidatos com projetos selecionados que não participarem do 1º encontro serão automaticamente desclassificados, exceto em caso de manifestação por escrito ao Agente de Inovação justificando a ausência. Em caso de desclassificação será convocado o próximo integrante da lista de espera.

Solicitamos que nesta primeira aula apresente a documentação de matrícula:

  • Certidão de nascimento ou de casamento
  • Cadastro Pessoa Física (CPF)
  • Documento de identidade (RG)
  • Documento de quitação com o serviço militar, quando do sexo masculino
  • Título de Eleitor (maiores de 18 anos)
  • Comprovante de endereço
  • Foto 3×4

DATA: 21/09/19 (sábado)

LOCAL: FATEC OURINHOS

HORÁRIO: 8h00


PROJETOS APROVADOS - FATEC OURINHOS

  • PROJETO: RECLAMAÇÃO PÚBLICA
    • PROPONENTE: WELINGTON HENRIQUE DE ALMEIDA GOMES
  • PROJETO: GATEWAY DE PAGAMENTOS COM CRIPTOMOEDAS
    • PROPONENTE: RAFAEL ANANIAS TELES SANTOS
  • PROJETO: JOGOS PARA DEFICIENTES VISUAL
    • PROPONENTE: GABRIEL HENRIQUE TELES SANTOS
  • PROJETO: BARBER SHOP
    • PROPONENTE: GIOVANA FRANKLIN PEREIRA DE CASTRO
  • PROJETO: TECNOMEMBRO
    • PROPONENTE: RONALDO MARTINS FERREIRA
  • PROJETO: BRAIN IN ACTION
    • PROPONENTE: JOICE RODRIGUES DE OLIVEIRA
  • PROJETO: LGPD / INDUSTRIA 4.0
    • PROPONENTE: MAIRA DAIANA FERNANDES
  • PROJETO: MARKET GAME APP
    • PROPONENTE: GUSTAVO HENRIQUE BERTOLA
  • PROJETO: PEERCLASS - AVALIAÇÃO POR PARES E RUBRICAS
    • PROPONENTE: MATEUS OLIVEIRA LOPES
  • PROJETO: SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE SAÚDE
    • PROPONENTE: ANA CAROLINE DA SILVA
  • PROJETO: SEGURANÇA EM LGPD
    • PROPONENTE: WILTON ROGERIO JUNQUEIRA
  • PROJETO: RECICLAGEM
    • PROPONENTE: ELIANA ISABEL COSTA PRADO
  • PROJETO: JOBER APP
    • PROPONENTE: VIVIANE DE OLIVEIRA DUARTE
  • PROJETO: AGRO-CITY
    • PROPONENTE: ÁLVARO PESSOA DE ARAUJO
  • PROJETO: OUTSOURCING DE TI
    • PROPONENTE: ANDRIA MAURA BRASIL