INTERFATECS

O EVENTO

A competição possui como objetivos principais o aprimoramento dos estudantes nas técnicas de projeto e implementação de algoritmos, o desenvolviemnto da sua capacidade de trabalho em equipe e também o estímulo ao uso da criatividade e do aperfeiçoamento na habilidade de resolver problemas sob pressão.

São objetivos compementares da Maratona InterFatecs, promover uma maior integração dos corpos docente e discente dos diversos cursos de graduação na área de informática mantidos pelo Centro Paula Souza e a criação de mais um espaço de discussão sobre os diversos aspectos da atividade acadêmica que podem se refletir em melhorias na qualidade dos cursos oferecidos.

Desde a primeira edição em 2012, na Fatec Sorocaba, pode-se constatar o sucesso desta iniciativa, fortalecendo a cultura de programação em alto nível nas Fatecs.

O FORMATO

O evento é inspirado na Maratona de Programação promovida anualemnte pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) como etapa seletiva do ACM-ICP, competição mundial de projeto e implementação de algoritmos computacionais.

1ª Etapa: Realizada de forma distribuída, com as equipes espalhadas por diversas sedes, todas realizando a mesma prova, ao mesmo tempo. Para facilitar a organização, um único servidor é configurado em uma sede central à qual todas as sedes acessam pela rede mundial de computadores e onde os juízes da competição julgam as submissões e atendem às dúvidas dos participantes.

2ª Etapa: Realizada em uma sede única, com a presença das equipes melhores classificadas na etapa anterior. Nessa sede, é disponibilizado o servidor com o ambiente interativo de submissão de programas e o corpo de juízes, reproduzindo inteiramente o ambiente de uma sede regional da Maratona de Programação da SBC.

AS FATECS

Instituições públicas de ensino superior, as Faculdade de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo abrigam mais de 67 mil alunos. Oferecem 71 cursos de graduação tecnológica, com carga horária de 2.400 horas (três anos de duração). Divididos em dez eixos tecnológicos, os cursos abrangem os mais variados segmentos econômicos, dos tradicionais aos emergentes. Os tecnólogos formados nas Fatecs respondem com agilidade às transformações do mercado em função do sólido conhecimento adquirido nas salas de aula e em modernos laboratórios, sob a orientação de professores que atuam nos setores produtivos.

A IMPORTÂNCIA DA ÁREA DE TI NAS FATECS

Hoje somos 63 Faculdades de Tecnologia no Estado de São Paulo, sendo que em 42 delas existem cursos na área de Tecnologia de Informação, tais como Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Sistemas para Internet, Tecnologia em Segurança da Informação, ecnologia em Jogos Digitais, Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação, Tecnologia em Banco de Dados, Tecnologia em Redes de Computadores e Tecnologia em Informática para Negócios. Os cursos da área de Tecnologia da Informação correspondem a 75% dos cursos oferecidos pelas Fatecs.

EDIÇÕES ANTERIORES

  • 2012
    • 1ª Edição: Fatec Sorocaba
  • 2013
    • 2ª Edição: Fatec Mogi das Cruzes
  • 2014
    • 3ª Edição: Fatec São José dos Campos
  • 2015
    • 4ª Edição: Fatec Cruzeiro
  • 2016
    • 5ª Edição: Fatec São Paulo
  • 2017
    • 6ª Edição: Fatec Taquaritinga
  • 2018
    • 7ª Edição: Fatec Americana
  • 2019
    • 8ª Edição: Fatec Ourinhos

PERGUNTAS FREQUENTES

  • Quantos alunos cada equipe deve ter?
    • As equipes são formadas por três (3) alunos titulares e opcionalmente um (1) reserva, que deverá participar do evento apenas no caso da ausência de um dos titulares.
  • Quais linguagens de programação posso utilizar?
    • Assim como na maratona brasileira, as equipes podem enviar suas soluções em C, C++ ou Java. A partir deste ano, a InterFatecs também aceitará soluções em Python.
  • Como posso me preparar?
    • Além da leitura de materiais, existem sites com problemas de edições anteriores da InterFatecs e de outras maratonas. Acesse a seção Como se preparar para saber mais.
  • Como podemos fazer a inscrição?
    • As inscrições estarão abertas a partir do dia 1 de abril de 2018. Elas devem ser feitas pelo professor técnico da equipe ou coordenador do curso.

A prática e o estudo diário de programação são a melhor forma de aprimorar a lógica de programação, o conhecimento de algoritmos e a habilidade para resolver problemas. Na internet, existem diversos materiais e problemas divertidos de programação para resolver.

CLASSIFICAÇÃO

Para conferir a classificação clique aqui